domingo, 21 de dezembro de 2014

Gostando apesar de...

Geralmente gosto das pessoas que convivo, mesmo que algumas delas tenham defeitos que na sua essência sejam insuportáveis para mim, mas que suas qualidades falem mais alto.

Posso não suportar a intolerância, entretanto suporto alguém que faça uso dela em algum momento, mas que por exemplo seja uma pessoa humanitária.

Posso não suportar o preconceito, entretanto suporto alguém que o tenha, desde que, esse preconceito seja por ignorância devido a sua educação ou cultura, e que ainda assim, nunca seja por um ato de maldade.

Posso não suportar a arrogância, entretanto suporto alguém que deslize nela, desde que, essa não seja sua marca registrada, e que ao deslizar, sua perna não leve outrem ao chão, e ainda tenha por exemplo a qualidade de ser prestativo. Contudo se essa característica for seu carro chefe, fica difícil eu conviver.

Posso não suportar fofoca, entretanto suporto alguém que tenha a língua solta, não por falsidade, simplesmente por não conseguir guardar nem mesmo os seus segredos. Esse sei que não posso contar segredo algum.

Posso não suportar a mentira, entretanto suporto alguém que tenha esse péssimo hábito unicamente por desconhecer o valor da verdade - até porque esse tipo de mentiroso que me refiro dificilmente consegue enganar os que o cercam, pois até mesmo quando fala a verdade é desacreditado -, desde que suas mentiras nunca cheguem a níveis elevados, não causem maiores danos, quando isso acontece é melhor evitá-lo.

Posso não suportar nenhum tipo de ignorância, entretanto aqueles que são ignorantes de conhecimentos sou condescendente, mas procuro me afastar daqueles que são ignorantes no sentido da estupidez na maneira de agir com o próximo, esse tipo inevitavelmente me deixa impaciente, me causa um grande mal-estar.

Posso não suportar a falsidade, pois quando alguém se deixa envolver com ela é transformado em quem não se pode confiar, entretanto, quando não é um ato de falsidade contra uma pessoa, quando é uma questão de falsidade de palavra (o mesmo que não verdadeiro, diferente de traição) de algo que não diz respeito a quem fez a pergunta, ou quando o dito é para não ofendê-la, ou ainda quando se faz uso dela por um momento de fraqueza, insegurança ou por se sentir ameaçado, mas nunca por tê-la em sua essência, deixo por menos.

Posso não suportar Ego inflado, entretanto, vez por outra massageio alguns ou escuto pacientemente histórias sobre suas grandezas - como um ato de caridade -, até ficar enfadada e sem perceber me disperso envolvida em alguns pensamentos que tenham ou não a ver com o assunto egocêntrico em pauta. Mas confesso, nem sempre estou disposta a fazer essa caridade.

Enfim, existem defeitos mesmo nos que possuem excelentes qualidades, então o que procuro fazer é conhecer aqueles que convivo, para não ter grandes surpresas - digo "grandes" porque inevitavelmente acabamos nos surpreendendo até conosco mesmo, dificilmente sabemos como agiríamos se colocados em situações de extremo risco -, e assim, me aproximo mais daqueles que permitem que os conheça bem, passo mais momentos com os que tenho maior afinidade, e mantenho uma certa distância daqueles que deixam a minha tolerância anã. Sim, porque gosto apesar de..., mas em primeiro lugar gosto mesmo é do que mais gosto.
BeatrizNapoleão