domingo, 21 de dezembro de 2014

Gostando apesar de...

Geralmente gosto das pessoas que convivo, mesmo que algumas delas tenham defeitos que na sua essência sejam insuportáveis para mim, mas que suas qualidades falem mais alto.

Posso não suportar a intolerância, entretanto suporto alguém que faça uso dela em algum momento, mas que por exemplo seja uma pessoa humanitária.

Posso não suportar o preconceito, entretanto suporto alguém que o tenha, desde que, esse preconceito seja por ignorância devido a sua educação ou cultura, e que ainda assim, nunca seja por um ato de maldade.

Posso não suportar a arrogância, entretanto suporto alguém que deslize nela, desde que, essa não seja sua marca registrada, e que ao deslizar, sua perna não leve outrem ao chão, e ainda tenha por exemplo a qualidade de ser prestativo. Contudo se essa característica for seu carro chefe, fica difícil eu conviver.

Posso não suportar fofoca, entretanto suporto alguém que tenha a língua solta, não por falsidade, simplesmente por não conseguir guardar nem mesmo os seus segredos. Esse sei que não posso contar segredo algum.

Posso não suportar a mentira, entretanto suporto alguém que tenha esse péssimo hábito unicamente por desconhecer o valor da verdade - até porque esse tipo de mentiroso que me refiro dificilmente consegue enganar os que o cercam, pois até mesmo quando fala a verdade é desacreditado -, desde que suas mentiras nunca cheguem a níveis elevados, não causem maiores danos, quando isso acontece é melhor evitá-lo.

Posso não suportar nenhum tipo de ignorância, entretanto aqueles que são ignorantes de conhecimentos sou condescendente, mas procuro me afastar daqueles que são ignorantes no sentido da estupidez na maneira de agir com o próximo, esse tipo inevitavelmente me deixa impaciente, me causa um grande mal-estar.

Posso não suportar a falsidade, pois quando alguém se deixa envolver com ela é transformado em quem não se pode confiar, entretanto, quando não é um ato de falsidade contra uma pessoa, quando é uma questão de falsidade de palavra (o mesmo que não verdadeiro, diferente de traição) de algo que não diz respeito a quem fez a pergunta, ou quando o dito é para não ofendê-la, ou ainda quando se faz uso dela por um momento de fraqueza, insegurança ou por se sentir ameaçado, mas nunca por tê-la em sua essência, deixo por menos.

Posso não suportar Ego inflado, entretanto, vez por outra massageio alguns ou escuto pacientemente histórias sobre suas grandezas - como um ato de caridade -, até ficar enfadada e sem perceber me disperso envolvida em alguns pensamentos que tenham ou não a ver com o assunto egocêntrico em pauta. Mas confesso, nem sempre estou disposta a fazer essa caridade.

Enfim, existem defeitos mesmo nos que possuem excelentes qualidades, então o que procuro fazer é conhecer aqueles que convivo, para não ter grandes surpresas - digo "grandes" porque inevitavelmente acabamos nos surpreendendo até conosco mesmo, dificilmente sabemos como agiríamos se colocados em situações de extremo risco -, e assim, me aproximo mais daqueles que permitem que os conheça bem, passo mais momentos com os que tenho maior afinidade, e mantenho uma certa distância daqueles que deixam a minha tolerância anã. Sim, porque gosto apesar de..., mas em primeiro lugar gosto mesmo é do que mais gosto.
BeatrizNapoleão

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Via Láctea - Berçários de estrelas em detalhes

Imagens de telescópio mostram atividade em dois grandes aglomerados na nossa galáxia
Imagem montada com base em observações feitas pelo telescópio de La Silla, no Chile, mostra duas regiões de intensa formação de estrelas da Via Láctea, os aglomerados NGC 3603, à esquerda, e o NGC 3576, à direita - ESO/G. Beccari

Novas imagens captadas pelo telescópio de La Silla, do Observatório Europeu do Sul (ESO), no Chile, mostram em detalhes a intensa atividade em dois dos maiores berçários de estrelas da Via Láctea. Designados NGC 3603 e NGC 3576, os dois aglomerados estão localizados no chamado braço Carina-Sagitário de nossa galáxia e parecem bem próximos no céu, mas na verdade estão separados por uma distância de mais de 10 mil anos-luz. Enquanto o NGC 3603, à esquerda na imagem, está a cerca de 20 mil anos-luz da Terra, o NGC 3576, à direita, se encontra a menos da metade deste caminho, 9 mil anos-luz.

O aglomerado NGC 3603 é famoso entre os astrônomos por abrigar a maior concentração de estrelas maciças já descoberta na Via Láctea. No centro dela, os pesquisadores identificaram um interessante objeto, um sistema estelar múltiplo do tipo conhecido como Wolf–Rayet. Estrelas do tipo Wolf–Rayet estão em um estágio avançado da evolução estelar e já nascem com cerca de 20 vezes a massa do Sol. Ao longo de sua vida, no entanto, elas passam por um “emagrecimento” radical, perdendo quantidades significativas de seu material devido aos fortes ventos estelares, que lança a matéria em sua superfície para o espaço a velocidades de milhões de quilômetros por hora.

Já o NGC 3576 é notável pelas duas gigantescas estruturas que lembram chifres em sua parte superior. Estes filamentos são resultado dos ventos estelares emitidos pelas jovens e quentes estrelas localizadas na região central da nebulosa, que lançaram nuvens de poeira e gás a centenas de anos-luz de distância. Já as duas silhuetas escuras no topo do aglomerado são conhecidos como glóbulos de Bok e constituem potenciais locais para a formação de novas estrelas.

Fonte: O Globo (20/08/14) - Por Cesar Baima
http://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/bercarios-de-estrelas-da-via-lactea-em-detalhes-13659383#ixzz3AzlV0rAm

domingo, 17 de agosto de 2014

Planetas com chances de abrigar vida

1. Kepler-186f
Quase do tamanho da Terra, Kepler-186f gira em torno de uma estrela anã-vermelha chamada Kepler-186, na constelação de Cisne, a uns 500 anos-luz da Terra. Estrelas dessa categoria têm menos que a metade da massa do Sol. Em sua órbita, há outros planetas além desse novo primo da Terra. Mas não há indícios de vida em nenhum deles, porque estão bem perto da estrela, onde é quente demais.

2.Gliese 667Cc 
Essa “Super-Terra” está a 22 anos-luz de nós e tem 3.9 vezes mais massa do que nosso planeta. O  Gliese 667 Cc orbita a Gliese 667, pertencente a um sistema estelar triplo (é como se o nosso sistema tivesse três sóis). O planeta demora 28 dias para completar uma volta na estrela. A Gliese 667 é mais fria e pálida que o Sol, mas o planeta se situa a pouca distância, por isso recebe energia suficiente para vida. As obsevações indicam que o planeta tenha grande quantidade de água em estado líquido.

3 e 4. Kepler-62e e Kepler-62f
Esses são dois dos 5 corpos que orbitam a estrela Kepler-62 que está a 1200 anos-luz de distância da Terra, tem dois terços do tamanho do nosso Sol e aproximadamente 21% de luminosidade. O Kepler-62e e o Kepler-62, segundo astrônomos, são “mundos de água” – apesar de serem mais frios do que o nosso planeta, são lugares quentes o suficiente para abrigar vida. É possível que os dois planetas estejam completamente cobertos por água em estado líquido.
“Eles são maiores do que a Terra e, talvez, com bem mais oceanos do que aqui. Isso significa que há uma boa probabilidade de existirem nesse tipo de planetas vidas não muito diferentes da nossa”, diz Eduardo Janot Pacheco, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP.
A diferença entre eles:
O -62e, é  maior que o vizinho e fica mais perto da estrela. Por isso, é mais quente, pois recebe muito mais energia. Apesar disso o -62f, tem mais chances de estar na zona habitável pelo simples fato de receber menos calor.

5. Kepler-283c
O Kepler-283C é cerca de 1,8 vezes maior que a Terra e dá uma volta completa em torno da estrela Kepler-283 a cada 93 dias. O planeta é um dos dois mundos conhecidos para circundar a Kepler-283, que tem pouco mais de metade da largura do Sol. O outro corpo celeste no sistema, o Kepler-283b, está muito mais próximo da estrela e é provavelmente quente demais para abrigar vida.

6.Kepler-296f
Esse planeta é o mais externo dos cinco mundos confirmados circulando Kepler-296, uma estrela que tem a metade do tamanho do Sol da Terra e 5 por cento mais brilhante. Com 1,8 vezes o tamanho da Terra, este planeta completa uma órbita a cada 63 dias. O Kepler-296f é um dos 715 planetas descobertos em fevereiro pelo time da missão Kepler.

sábado, 16 de agosto de 2014

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Robin Williams Deixa a Cena

Entre outros prêmios ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante em Gênio Indomável

O conheci na década de 80, mas foi no finalzinho dessa, em 1989 que, definitivamente virei sua fã, no filme "Sociedade dos Poetas Mortos". Depois desse "O Pescador de Ilusões" e vieram muitos outros que, entre dramas, aventuras, fantasias ou comédias, ele me emocionou e/ou divertiu.
Esta vida é muito louca! Agora eu entendo o seu comportamento super brincalhão e de alegria exagerada. Era uma maneira de tentar driblar, afastar uma tendência a depressão. Há alguns anos cheguei a comentar com minha filha Samanta que, eu gostava muito dele, que ele me passava ser uma pessoa do bem, mas acreditava que, se o conhecesse pessoalmente não conseguiria ficar muito tempo em sua companhia, pois ele parecia não parar de brincar por um momento sequer, como se nada levasse a sério. Talvez fizesse isso para não ter tempo de absorver o que lhe atentava interiormente.
Estou eu aqui novamente muito triste com a partida de alguém que não me conheceu, mas me deu muitos momentos de entretenimento, com direito a lágrimas de alegria e tristeza e muita risada. Gostaria de lhe dar um abraço e agradecer por isso. E lamento profundamente que ninguém, nem ele mesmo pode lhe ajudar, assim como tantos outros nesta vida que vivem uma situação semelhante.
Obrigada, Robin Williams, que você encontre a paz tão desejada!
BeatrizNapoleão
Alguns de seus filmes que assisti

domingo, 10 de agosto de 2014

PAI


                        Possante
                        Autoridade
                        Indiscutível

                        Paciência
                        Amabilidade
                        Incomparável

                       Protetor
                       Amor
                       Insubstituível

                       Esse era meu pai
                       Um marcante temperamento forte
                       Um ser humano lindo
                       De uma bondade sem tamanho
                       Desprendido do material
                       E totalmente ligado à família
                                  BeatrizNapoleão

quarta-feira, 30 de julho de 2014

A Cultura da "Bala"


Em Fortaleza, num certo meio social o dinheiro tem um valor negativo. Dinheiro é bem-vindo, mas, quando é usado com a intensão de "comprar" pessoas, status..., ele passa a ser perigoso.
A maioria dos homens que frequenta esse meio acha que o bom é ter "bala", pois entre outras, as mulheres querem os homens que a tem. E realmente, há um punhado delas, entretanto, para querer um homem com esse pensamento só mesmo uma mulher semelhante a ele, mas, há de se ter cuidado, pois é arriscado confiar nesses tipos.
Fico a pensar que, esses homens necessitam mesmo ter uma mulher que tenha esse perfil, para que saia falando do ter, do "poder" que os pertence, exibindo suas aquisições, se não, de que vale ser rico se não houver o exibicionismo?
Homens assim não apreciam as mulheres que não veem a riqueza como algo fundamental (para a surpresa de muitos, essas não são uma espécie em extinção, apenas não são vistas com frequência nesse meio, por não conseguirem ter paciência de conviver com pessoas desse tipo).
Mulher que se preza gosta mesmo é de homem com atitude, de caráter, educado, inteligente, instruído, bem humorado e, lógico, que não viva "debaixo de uma ponte". Se for muito rico, que saiba como usufruir do seu patrimônio.
Dinheiro nas mãos dos fúteis é desperdício e, nas mãos dos arrogantes, prepotentes, chega a ser uma arma perigosa. Acho que é por isso que o chamam assim, "bala".
Quem precisa de bala é revólver, não mulher. Mulher precisa é de respeito, amor, harmonia e estabilidade e, gosta de carinho, companheirismo e cumplicidade. Se houver muito dinheiro que não venha atrapalhar o relacionamento, caso seja um entrave, melhor não tê-lo em excesso, o necessário é suficiente.
BeatrizNapoleão

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Cinco Dias, Três Vezes Adeus (Ubaldo, Alves e Suassuna)

Fiquei triste com a saída do Neymar na Copa, mais ainda com a derrota do Brasil quando a Alemanha, merecidamente ganhou de 7x1. O que eu não poderia prever é que, em pouco tempo essa tristeza se transformaria em algo tão insignificante comparada à que me abateu nestes últimos cinco dias.
O futebol já trouxe e com certeza ainda trará muita alegria para o povo brasileiro. Nossa Seleção é pentacampeã mundial. Alguns craques da bola já morreram, outros se aposentaram, mais outros estão na ativa, e quantos ainda irão crescer ou nascer, pois o Brasil parece ter essa capacidade de ininterruptamente produzir talentosos jogadores de futebol. É habitual estarmos entre os melhores do mundo, tanto que, quando chegamos a ser o quarto melhor a tristeza toma conta do País. 
Os dias passaram, e o fato é que a vida continua e essa derrota não deixou um mal maior na população, até porque daqui a quatro anos estaremos novamente tentando o hexa.
Mas agora... como é diferente! Nem daqui a quatro anos, nem nunca mais teremos outros romances, poesias, crônicas, contos... escritos por eles. Em menos de uma semana perdemos três craques das letras, craques do pensamento, homens que contribuíam para o crescimento intelectual daqueles que os conheciam, fosse pessoalmente ou através de seus livros; publicações em jornais, revistas; palestras ou entrevistas. Agora sim, perdemos e muito. Só não perdemos mais porque suas obras sempre estarão a disposição a quem interessar. Três grandes homens de uma simplicidade encantadora.
Para nossa sorte, apesar do ocorrido, ainda temos excelentes escritores que continuarão contribuindo para um Brasil mais pensante, consequentemente, mais atuante.
Esses dias tenho escutado vozes, uma bem grave e a outra com um sotaque pernambucano - as duas são bem-humoradas. Na maioria das vezes não consigo entender as palavras, mas o som permanece repetidamente. Não! Não há fantasmas por aqui, é simplesmente meu interior lutando contra o luto. 

João Ubaldo Ribeiro - 23 de janeiro de 1941, Itaparica-Bahia - Morreu, 18/07/14 - 73 anos, no Rio de Janeiro, vítima de embolia pulmonar.

Formado em direito, mestre em Administração e Ciência Política pela Universidade da California do Sul (EUA), membro da Academia Brasileira de Letras. Foi escritor, jornalista, roteirista e professor, colaborador de diversos jornais e revistas no Brasil e no exterior. Autor de mais de 20 livros, publicados em 16 países. Algumas de suas obras foram adaptadas para a televisão, cinema e teatro. Foi ganhador da maior premiação para autores da língua portuguesa em 2008 - Prêmio Camões e, de dois prêmios Jabuti, em 1972 e 1984, Melhor Autor e Melhor Romance do Ano, pelos romances "Sargento Getúlio" e "Viva o povo brasileiro" (que virou samba-enredo pela escola de samba Império da Tijuca em 1987), entre outros prêmios. Seu livro "A Casa dos Budas Ditosos" narrado por uma mulher de 68 anos, relatando sua vida sexual, causou polêmica, no teatro teve a interpretação de Fernanda Torres.

"É que tem gente que deixa o mundo melhor, né? Tem gente que abre o riso e o tempo. No meio de tanta bobagem, tanto desgosto, tanto ranço, tanta empáfia, tem gente que faz a vida mais simples em toda a sua complexidade."

"Tem gente que inventa que a vida vai ser mais simples e mais bonita e interessante e ai dela se não for. Gente que transforma seu tempo em graça e inteligência só porque existe."

"E, olha, tem tanta lembrança sua por aqui que a saudade que já existe quase não vai aporrinhar tanto. É que tem gente que nasce, vive e não morre nunca mais."

 

Rubem Alves - 15 de setembro de 1933, Boa Esperança-Minas Gerais - Morreu, 19/07/14 - 80 anos, em Campanas-SP, vítima de falência múltipla de órgãos. Deu entrada no hospital dia 10 de julho, com quadro de insuficiência respiratória devido a uma pneumonia.

Um dos intelectuais mais respeitados do Brasil. Pedagogo, Mestre em Teologia, Doutor em Filosofia pelo Seminário Teológico de Princenton (EUA), psicanalista, acadêmico, cronista, poeta e autor de livros infantis. Com mais de 160 títulos publicados, distribuídos em 12 países, diversos textos em jornais e revistas. 

"A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses."

"Aprenda a gostar, mas gostar mesmo, das coisas que deve fazer e das pessoas que o cercam. Em pouco tempo descobrirá que a vida é muito boa e que você é uma pessoa querida por todos."

"Eu achava que religião não era para garantir o céu, depois da morte, mas para tornar esse mundo melhor, enquanto estamos vivos."

 

Ariano Suassuna - 16 de junho de 1927, João Pessoa-Paraíba - Morreu 23/07/14 - 87 anos, em Recife-PE, vítima de uma parada cardíaca provocada pela hipertensão intracraniana.

Dramaturgo, romancista, ensaísta e poeta. Foi Secretário de Cultura de Pernambuco entre 1994 e 1998, e Secretário de Assessoria do governador Eduardo Campos até abril de 2014.
Idealizador do Movimento Armorial e autor de obras como "Auto da Compadecida", "O Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta". Um dos maiores defensores da cultura nordestina do Brasil.

"Os doidos perderam tudo, menos a razão. Têm uma (razão) particular. Os mentirosos são parecidos com os escritores que, inconformados com a realidade, inventam outras."

"Acredito que toda arte é local, antes de ser regional, mas, se prestar, será contemporânea e universal."

"Tenho duas armas para lutar contra o desespero, a tristeza e até a morte: o riso a cavalo e o galope do sonho. É com isso que enfrento essa dura e fascinante tarefa de viver."

"Não sou nem otimista, nem pessimista. Os otimistas são ingênuos, e os pessimistas amargos. Sou um realista esperançoso. Sou um homem da esperança."

  
Por BeatrizNapoleão

domingo, 20 de julho de 2014

Dia do Amigo

Pai amigo
Mãe amiga
Filho(a) amigo(a)
Irmão(ã) amigo(a)
Sobrinho(a) amigo(a)
Primo(a) amigo(a)
Cunhado(a) amigo(a)
Genro amigo
Nora amiga
Há os(as) que não têm nosso sangue, nunca foram membros da família, mas entram em nossa vida criando uma familiaridade tão prazerosa como se dela (família) fosse. Só entende isso quem tem uma vida familiar amigável, unida.
Entre outras coisas, amigo é aquele que nos permite sermos nós mesmos, mesmo que desgoste e reclame de nossas chatices; sabe apontar nossos deslizes para que tentemos ser pessoas melhores.
Para convivermos com um amigo tem que haver sinceridade, mas nunca grosserias - essas são suportadas quando exceção, não regra.
Grandes amigos se conhecem a fundo e sentem-se bem em suas companhias. 
Tenho bons amigos que moram distantes, mas não cobramos um do outro quando demoramos a nos comunicar. Sabemos que não há geografia nem tempo que diminua nosso bem querer, e sempre que precisarmos de um ombro confiável é só chamar.
Quem liga para as diferenças quando há tolerância e respeito mútuo?
Amigo é um dos requisitos em nossa vida que mais contribui para a nossa felicidade.
Obrigada a todos meus queridos amigos! Vocês dão colorido e sabor à minha vida.
BeatrizNapoleão

terça-feira, 27 de maio de 2014

Língua Solta

Na maioria das vezes, eu não me preocupo com que os outros irão pensar sobre o que eu digo. Preocupo-me com o que irão sentir. Se pondero o que vou falar é para evitar mágoas. Então por que eu machuco alguém que não me atacou? Por ignorar seus sentimentos, desconsiderando que aquilo irá lhe atingir.
BeatrizNapoleão

domingo, 11 de maio de 2014

Mãe

Mulher
Maturidade
Moradia
Alimento
Desprender-se de si
Doar-se
Dizer não
Conectada
Amar incondicionalmente

Para ser mãe há de ser mulher. 
Para ser mãe deve-se buscar a maturidade. 
Para ser mãe é preciso fazer de si uma moradia. Essa moradia não se limita a barriga, pois, há aquelas que não geram, mas carregam o filho no coração.
Ao ser mãe é importante tirar de si o alimento e, com toda ternura e carinho fazer desse momento um ato de amor.
Ao ser mãe é necessário desprender-se de si, abrir mão de sua individualidade, doar-se em tempo integral, pois esse ser pequenino depende de seus cuidados a qualquer momento.
Ser mãe é dizer não na hora necessária, mesmo que doa. Esse não é uma semente plantada que lhe dará satisfação no futuro.
Ser mãe é sempre estar conectada, devido a sua preocupação inerente ou pelo prazer de ajudar. Perto ou longe, a todo instante uma mãe está a disposição de um filho, seja para desabafos, um apoio num projeto, uma simples costura ... 
Ser mãe é amar incondicionalmente. Sua cria irá crescer, amar alguém, constituir uma família, e amar seus filhos mais que a você, e mesmo assim, você ainda a amará mais que tudo.
Ser mãe é carregar um coração cheio de amor.
BeatrizNapoleão

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Saudade

Um passeio por nossa memória desde nossa doce infância
Até a última boa vivência
Será que isso é coisa que o coração inventa?
Ah! Como ela me atormenta
De certo que é passageira
Todavia corriqueira
Vai e vem à sua maneira
Um dia traz recordações do bem
Noutro as que não convêm
Põe-me numa balança
Que me lança
Entre a alegria
E a agonia
BeatrizNapoleão

quinta-feira, 1 de maio de 2014

20 anos sem Ayrton Senna

Foto: Internet
"O medo faz parte da vida da gente. Algumas pessoas não sabem como enfrentá-lo, outras - acho que estou entre elas - aprendem a conviver com ele e o encaram não como uma coisa negativa, mas como um sentimento de autopreservação."
"Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si."
"Na adversidade, uns desistem, enquanto outros batem recordes."
Airton Senna

   Fotos: Internet
Ayrton Senna da Silva - Piloto de Fómula 1, tricampeão mundial (1988, 1990 e 1991). Nasceu em São Paulo - Brasil, no dia 21 de março de 1960. Morreu no dia 1 de maio de 1994, em Ímola, quando participava do Grande Prêmio de San Marino.
Nos domingos que haviam corrida grande parte da população brasileira parava para assistir a transmissão. Todos queriam ver o Ayrton Senna correndo e acreditavam no seu potencial. Até hoje Senna é um dos maiores Ídolos brasileiro.
BeatrizNapoleão

Senna tricampeão mundial - https://www.youtube.com/watch?v=NBiYukM4zE4
(Esta postagem está incompleta)

quarta-feira, 30 de abril de 2014

terça-feira, 22 de abril de 2014

A Terra e seus habitantes


A Terra tem 4,54 bilhões de anos. Hoje, 22 de abril é o seu dia - Esta data foi criada com o objetivo de conscientizar a população sobre os problemas que nosso planeta vem enfrentando, e procurar soluções para questões ambientais, preservar a biodiversidade entre outras.
Seus cinco continentes possuem uma área de 148.647.000 Km², e os oceanos têm aproximadamente 361.000.000 Km².
Mais de 70% do planeta é de água  - só dos oceanos, fora a água dos rios e mares. Por isso é também chamado de "planeta azul". 

A magia das diferenças raciais
(foto do blog O Livro dos Espíritos)
A população mundial é de aproximadamente 7,2 bilhões de pessoas (dados da Organização das Nações Unidas - ONU).

Exemplares marítimos

Muitos animais e vegetais foram extintos, muitos outros estão em risco de extinção.
No Brasil, projetos como o "Tamar" (http://www.tamar.org.br/) e o Viva o Peixe-Boi-Marinho (http://www.icmbio.gov.br/cma/ - http://mamiferosaquaticos.org.br/?page_id=267), ajudam a preservar essas espécies. 

Alguns Animais que correm risco de extinção

Até o início do século 20, o Pinguim Africano era facilmente encontrado nas praias do sudoeste da África. A espécie, que vive em bandos, é bastante resistente aos predadores naturais, mas acabou entrando para a lista de animais em extinção por causa dos frequentes derramamentos de óleo na costa africana. De acordo com informações da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), é provável que, atualmente, existam apenas 55 mil exemplares do pinguim.

O Elefante Asiático sofre grande risco de extinção. Desde o início do século 20, mais da metade dos indivíduos foi aniquilada pela ação humana. A espécie, que já perdeu grande parte de seu habitat natural, é caçada por comerciantes de marfim e domesticada para fins turísticos em vários países do sudoeste asiático, principalmente na Tailândia. Este elefante da foto nasceu em 2010, no Zoológico de Berlim.

A Baleia Azul, o maior animal do mundo, pode desaparecer em breve. A espécie começou a ser dizimada ainda no século 19, quando pescadores desenvolveram equipamentos especializados para a caça de grandes baleias. Atualmente, existem cerca de 10 mil indivíduos em todo o mundo.

O Leopardo Persa é um dos animais com maior risco de extinção no mundo. A espécie, que era comumente encontrada no Oriente Médio (principalmente na Turquia e no Irã), foi dizimada por guerras, traficantes de pele, desmatamentos e atropelamentos. Atualmente, existem pouco mais de mil indivíduos adultos em todo o planeta. O filhote da foto nasceu em um cativeiro na Itália, em 2011.

De acordo com as estimativas mais otimistas, restam cerca de 3 mil exemplares de Panda Gigante em todo o mundo. Estes, cerca de 200 vivem em cativeiros. A espécie está em extinção por causa da destruição de seu habitat natural: os bambuzais do centro-sul da China. Apesar de pertencerem à ordem dos carnívoros, os pandas são herbívoros e, praticamente, só se alimentam de bambu. O Simpático casal da foto (Xingrong e Xingya) é um dos poucos casos de animais criados em cativeiro que conseguem se mudar para um ambiente selvagem. Eles foram soltos em uma reserva ambiental da China, após um processo de adaptação à natureza.

Este é o Orangotango de Sumatra - um primata exclusivo da ilha indonésia. A espécie está em extinção por causa do desmatamento das florestas tropicais e também porque os filhotes são roubados das mães para serem vendidos como bichos de estimação. Atualmente existem apenas 7 mil indivíduos no planeta.

O Jacaré da China está em extinção porque o seu habitat natural (pântanos do sudeste da China) foi destruído para dar lugar a plantações de arroz. Estima-se que existam apenas 200 indivíduos na natureza e outros 10 mil criados em cativeiros.

O Camelo Bactriano é um mamífero nativo do leste da África, que está quase extinto por causa da ação humana. O habitat natural animal, em sua maior parte, foi destruído por fazendeiros e mineradores. Atualmente, existem cerca de 700 indivíduos em todo o mundo.


O Gorila das Montanhas também pode desaparecer nos próximos anos. Existem apenas 700 indivíduos na natureza. A espécie, comum da África Central, foi dizimada pela ação humana: guerras, doenças, desmatamento e caça.

O Kakapo é um papagaio noturno que habitava a Nova Zelândia. Hoje, existem cerca de 80 indivíduos em todo o planeta; todos criados em cativeiro. A espécie foi dizimada por humanos que caçavam o pássaro em busca de carne e penas (usadas para decoração).

Devido a políticas predatórias e à destruição do meio ambiente, o Lobo Vermelho, nativo do sudeste dos Estados Unidos, foi praticamente extinto na década de 1980. Atualmente, existem cerca de 200 indivíduos que vivem em cativeiros e outros 50 que foram reintroduzidos à natureza.

A Tartaruga de Couro, também chamada de Tartaruga Gigante, está em extinção por causa da dificuldade de sobrevivência dos filhotes. Os ovos são frequentemente destruídos por mamíferos, aves e répteis. Além disso, quando as tartarugas nascem e encontram a água, podem ser devoradas por crustáceos, peixes e cefalópodes. De acordo com dados do governo americano, por ano, as fêmeas fazem cerca de 30 mil ninhos. Na década de 1980, havia mais de 100 mil ninhos.

A Foca Monge do Havaí também se encontra entre os animais com maior risco de extinção. A pequena população, estimada em mil indivíduos, é ameaçada por por lixo marinho, caça predatória, comércio ilegal de peles e doenças. É bom lembrar que sua prima, Foca Monge do Caribe, foi extinta na década de 1950.

O Leopardo das Neves também pode desaparecem em breve. Devido à caça, restam apenas 5 mil indivíduos em todo o mundo. A espécie, original da Ásia Central, é altamente requisitada por traficantes que atuam na indústria das peles. O leopardo da foto vive no Bronx Zoo, em Nova Iorque.

A Zebra de Grévy é o maior equino do planeta. Atualmente, existem apenas 3 mil indivíduos em todo o mundo. A espécie foi caçada durante anos por comerciantes de peles.

O Leão Asiático é nativo de Gurajat, na Índia. Existem apenas 400 indivíduos em todo o mundo. A espécie está em exti,ção por causa da disputa de território com outros animais e com humanos. O habitat natural do leão, muitas vezes é transformado em áreas de agricultura. Esta leoa está cuidando de seus filhotinhos em um zoológico indiano.

O Pato Mergulhão é um animal nativo do Brasil e corre sérios riscos de extinção. Existem apenas 250 indivíduos em todo o mundo. A espécie está desaparecendo por causa do desmatamento e do assoreamento dos rios.

O Tigre de Bengala é uma subespécie de tigre, nativa do sul da Ásia. Devido ao comércio de peles e a destruição do meio ambiente, existem apenas 2500 exemplares em todo o mundo.

O Asno Selvagem Africano é um equino nativo do norte e nordeste da África. A subespécie está em extinção por causa da domesticação e da destruição do meio ambiente. Existem pouco mais de 500 exemplares na natureza.

Existem apenas sete indivíduos do Rinoceronte Branco do Norte em todo o mundo: uma na República Tcheca, quatro no Quênia (um deles está na foto) e dois nos Estados Unidos. O animal está à beira da extinção por causa da caça predatória e da destruição do meio ambiente.
(fonte: http://super.abril.com.br)

Plantas na lista de extinção no Brasil

Árvores como o pau-brasil, o mogno e o palmito-juçara são três exemplares da nossa flora que estão em perigo por causa de sua exploração comercial. A primeira tem sido explorada desde os tempos coloniais para a marcenaria e para obtenção de seu pigmento de cor avermelhada que caracteriza a espécie. A segunda é outra espécie de planta ameaçada de extinção no Brasil por conta de sua madeira. Centenas de árvore têm o seu fim nas serrarias ilegais da Amazônia, região da qual ela é originalmente extraída. Já o palmito-juçara, originário da mata atlântica, quase desapareceu em razão de seu interesse comercial. Extrair o palmito leva toda a palmeira à morte e são necessários até 12 anos para que a palmeira atinja o período de extração. Alternativas ao palmito-juçara são as espécies de palmito provenientes da pupunha e do açaí, mesma palmeira da qual é extraída o fruto amazônico.
Andiroba, Arnica, Xaxim, Jequitibá, Araucária, Castanheira, Mogno 
(fonte: Pensamento Verde)
Jacarandá, catléia, entre outros, também estão na lista

Beleza em plumas


Lugares para conhecer

Apesar de toda a água existente no "Planeta Azul", só 2,5% é doce. Destes, dois terços encontram-se nos gelos das montanhas e nas calotas polares, outra parte está no subsolo, sendo assim, a população mundial tem para consumo 0,26% de toda a água existente. Com tanta poluição nos rios e o consumo desmedido da maioria das pessoas, num futuro próximo teremos sérios problemas de água. Precisamos ter consciência, e usar água na quantidade necessária, sem desperdício.
Preservemos tudo que há de precioso em nosso planeta. As gerações futuras agradecem.
BeatrizNapoleão

domingo, 13 de abril de 2014

Sem Atitude

Não esqueço o teu olhar invadindo o meu interior
Quisera eu que soubesses que me conquistou
Recordo tuas mãos a gesticular
Quem dera viessem a minha tocar
Penso em tua boca a movimentar
Bem que poderia a minha beijar
Nos conhecemos há tanto tempo
Mas nunca chegamos a um envolvimento
Ah! Te chamo de amigo
Mas queria mesmo era ficar contigo!
Se somos sozinhos
Por que não cruzar nossos caminhos?
Sempre nos mantivemos distantes
O que nos impede de sermos amantes?
Sei que não sou excepcional
Mas meu amor é especial
Será que estou enganada
Você não anda na minha estrada?
Não, sei que pensas em mim
Mas tens receio de falar para mim
Só não entendo porque ficamos assim!
BeatrizNapoleão

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Da melodia à organização = Decisão


Questionando neste dia
O caminho de nossa melodia

Percebendo que há momentos
Que ela desafina com lamentos
Em outros, tenho certeza,
Harmoniza que é uma beleza

Para minha alegria
É como a mais bela sinfonia

Saindo da partitura
Refletindo na vida: leve ou dura?

Encontrando tudo de pernas pro ar
Tento organizar no devido lugar
É um trabalho de horas
Muito devo jogar fora
Selecionando o que eu merecer
E guardando para quando te ver
Que será o momento de medir
Decidindo, se deves ficar ou deves partir
BeatrizNapoleão

sábado, 5 de abril de 2014

Adeus, José Wilker!

José Wilker (66 anos), ator, diretor e crítico, sofreu um infarto e morreu na manhã deste sábado (5) no Rio de Janeiro.
Seu peculiar humor irônico, suas atuações, direções e críticas me farão falta. Então faço uma pequena, porém, justa homenagem.

Como ator
1971 Bandeira 2
1971 Caso Especial
1972 O Bofe
1973 Cavalo de Aço
1973 Os Ossos do Barão
1974 Corrida do Ouro
1974 A Cartomante
1974 Caso Especial
1975 Gabriela
1976 Anjo Mau
1980 Plumas e Paetês
1981 Brilhante
1982 Final Feliz
1982 Paraíso
1983 Bandidos da Falange
1984 Transas e Caretas
1985 Roque Santeiro
1987 Carmem
1987 Corpo Santo
1989 O Salvador da Pátria
1990 Mico Preto
1992 Anos Rebeldes
1993 Agosto
1993 'Fera Ferida
1993 Renascer
1995 A Próxima Vítima
1996 Anjo de Mim
1996 A Vida como Ela É
1996 O Fim do Mundo
1996 Salsa e Merengue
1997 a 2002 Sai de Baixo
1999 Suave Veneno
2000 A Muralha
2001 Um Anjo Caiu do Céu
2002 Desejos de Mulher
2002 O Quinto dos Infernos
2004 Senhora do Destino
2006 JK
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes
2007 Duas Caras
2008 Três Irmãs
2009 Cinquentinha
2010 Na Forma da Lei
2011 O Bem Amado
2011 Insensato Coração
2011 A Mulher Invisível
2012 O Brado Retumbante
2012 Gabriela
2013 Amor à Vida

Como diretor
*1983 – Louco Amor – Telenovela
*1984 – Transas e Caretas – Telenovela
*1986 – Cinderela  - Cinema
*1996 a 2002 – Sai de Baixo - Seriado

Cinema
• 1965 - A Falecida
• 1966 - Paixão
• 1967 - El Justicero .... El Rato
• 1968 - A Vida Provisória
• 1970 - Estranho Triângulo
• 1971 - Os Inconfidentes … Tiradentes
• 1973 - Deliciosas Traições de Amor
• 1974 - Amor e Medo
• 1975 - Ana, a Libertina
• 1975 - O Casal
• 1976 - Confissões de uma Viúva Moça
• 1976 - Dona Flor e Seus Dois Maridos
• 1976 - Xica da Silva
• 1977 - Diamante Bruto
• 1978 - A Batalha dos Guararapes
• 1978 - O Golpe Mais Louco do Mundo
• 1979 - Bye Bye Brasil
• 1980 - O Incrível Monstro Trapalhão
• 1980 - Bonitinha mas Ordinária ou Otto Lara Rezende
• 1981 - Fiebre Amarilla
• 1981 - Los Crápulas
• 1982 - O Rei da Vela 6
• 1982 - O Bom Burguês
• 1984 - São Bernardo
• 1984 - Jango (filme)
• 1985 - Fonte da Saudade
• 1985 - O Homem da Capa Preta
• 1986 - Baixo Gávea
• 1986 - Besame Mucho
• 1987 - Leila Diniz
• 1987 - Um Trem para as Estrelas
• 1989 - Dias Melhores Virão
• 1989 - Mentira .... Narrador
• 1989 - Doida Demais
• 1989 - Solidão, uma Linda História de Amor
• 1990 - Filha da Mãe
• 1992 - Medicine Man
• 1994 - Josué de Castro, Cidadão do Mundo .... Documentário Narrador
• 1996 - Pequeno Dicionário Amoroso
• 1996 - Delicado
• 1997 - For All - O Trampolim da Vitória
• 1997 - Guerra de Canudos .... Antonio Conselheiro
• 2000 - Villa-Lobos, Uma Vida de Paixão
• 2002 - Dead In Water
• 2002 - Banquete
• 2003 - Maria - Mãe do Filho de Deus
• 2003 - O Homem do Ano
• 2004 - Onde Anda Você?
• 2004 - Redentor
• 2004 - Viva Sapato!
• 2005 - O Piadista
• 2005 - Olga Del Volga
• 2005 - O Guia do Mochileiro das Galáxias
• 2006 - Canta Maria .... Lampião
• 2006 - O Sonho de Inacim
• 2006 - O Maior Amor do Mundo
• 2008 - Casa da Mãe Joana
• 2008 - Sexo com amor?
• 2008 - Romance (2008)
• 2009 - Embarque Imediato
• 2010 - O Bem Amado
• 2010 - Elvis e Madona
• 2011 - Tancredo, a Travessia (documentário) .... Narrador
• 2011 - "Kreuko" em Mundo Invisível
• 2011 - A Melhor Idade (curta-metragem)
• 2013 - Giovanni Improtta (filme)
• 2013 - Casa da Mãe Joana 2
• 2013 - Isolados7

http://gshow.globo.com/programas/video-show/memoria-globo/noticia/2014/04/homenagem-reveja-a-ultima-cena-de-jose-wilker-na-televisao.html

domingo, 9 de março de 2014

Simples assim

Minha felicidade?
Está no amor.
É por isso que suporto as dores.
É por isso que apesar de...
Eu vivo a sorrir.
BeatrizNapoleão

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Permanecendo após a partida

Se estão nos perseguindo e se só um de nós dois pode fugir, que tu partas. O que permanecer morrerá. Se ficares nós dois morreremos. Se partires sobreviverás. Se não queres partir acreditando que abandonarás tua mãe é doce engano. Se morres comigo morro completamente. Se sobreviveres, uma parte de mim permanecerá.
BeatrizNapoleão

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Nostalgia

Não sou uma pessoa chorosa, das que vivem a se lamentar - sou chorona, é diferente, pois choro com facilidade quando vejo algo triste ou alegre que me emociona. Por isso, neste momento quero chorar. Vou chorar. Deixe-me chorar! Porque já estou chorando.
Ao assistir "Coisa Mais Linda, Histórias e Casos da Bossa Nova", documentário sobre a Bossa Nova, como o próprio nome sugere, com comentários de Carlos Lyra, Roberto Menescal, Arthur da Távola, Nelson Mota, Miele..., e vídeos de Tom Jobim, Ronaldo Bôscoli, Nara Leão, Vinicius de Moraes, João Gilberto, Lúcio Alves entre outros, e ainda engasgada com a morte do grande ator, Seymour Hoffman (46 anos), há dois dias, minha cabeça começou a girar e o coração a apertar. 
Aqueles que ainda eram jovens quando eu era criança, hoje são jovens senhores da terceira idade ou já morreram. Então, entre a curtição e o deleite de ouvir músicas maravilhosas e rever artista que serei eternamente fã, veio a tristeza do pesar dos que já foram e por encarar que, provavelmente tomarei conhecimento da partida de todos aqueles que foram os precursores da Bossa Nova. Eles estão indo. Mas, eu também estou indo. Todos estão indo, pois na vida tudo passa, nada fica. Esta nostalgia invadiu meu coração, enchendo-me de emoção. Mas apesar da verdade que tudo passa, como toda regra tem exceção, existe outra verdade paradoxal a esta, nesse mundo que tudo passa, algo fica.
As músicas destes que se foram e dos que ainda irão, ficaram e ficarão para várias gerações. Composições com letra, música e arranjo da melhor qualidade, que já me deram e continuarão a me dar tanta alegria, causando sensibilidade, abrindo a mente.
E assim, como a negação de que nem tudo passa, tenho que negar o meu choro, pois deste apenas falei para expressar meu sentimento à flor da pele. Ou não! Talvez eu esteja chorando sem derramar lágrimas no rosto. Talvez as lágrimas mudaram seu percurso e rolaram para meu coração na tentativa de acalentá-lo.
Quanto ao Seymour, me dói ver um homem que, na pré-adolescência da maturidade, no auge de sua carreira, com potencial para atuar com brilhantismo em mais e mais papéis, assim como tantos outros artistas ou desconhecidos, foi envolvido pela força das correntes do vício em drogas pesadas, e sua fraqueza pessoal não lhe permitiu a libertação, o que lhe tirou de cena para sempre.
Todos estes pensamentos ainda me trouxeram à lembrança aqueles que deveriam ser eternos pelo talento profissional, pessoas que nunca conheci pessoalmente mas que chorei (com lágrimas no rosto) quando se foram, pois antecipadamente senti a falta de seus novos trabalhos que nunca aconteceram, como: Elis Regina (minha intérprete favorita), Tom Jobim (o músico mais completo na minha opinião), Renato Russo (um dos meus letristas favorito), Arthur da Távola (que tanto me ensinou sobre música através do seu programa "Quem tem medo de música clássica", sempre terminando com a frase "Música é vida interior, e quem tem vida interior jamais padecerá de solidão.", Michael Jackson (o mais completo da música Pop), Amy Winehouse (com suas músicas e voz como poucas), os que acima citei, e tantos outros.
Após este saudosismo fui dormir feliz. Como não alegrar o coração ao assistir um programa que exibe tanto talento musical!?
BeatrizNapoleão (03/02/14)

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Nem tudo volta

De volta às voltas deste mundo
De volta a vontade de voltar
De volta a certeza do que não volta
Só não volta o mundo que eu queria de volta
BeatrizNapoleão

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Quase um trava-línguas

De fato é positivo o ato do ser sensato.
Quem fez o que nem três é capaz, pois só em seis se faz, mal fez.
De certo é certo agir certo. Mas certamente não é certo o incerto.
A mente instantaneamente mente. Como comumente mente a vidente.
Há quem viva a atrair o trair. Porém há traição que é mera condição.
Quando se está com alguém que se queira bem é um em cem que há desdém.
As confusões oriundas de provocações podem terminar em ações que gerem boas lições.
BeatrizNapoleão

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Felicidade

A partir de agora mudarei o teu nome. A ti batizarei de Felicidade. Pois não é esta a palavra usada para exprimirmos o que sentimos quando vivemos um momento perfeito? Então! Se tu incansavelmente me proporcionas esses momentos serás para mim, Felicidade.
BeatrizNapoleão