sexta-feira, 22 de março de 2013

Planeta Água

http://www.youtube.com/watch?v=xzh0j4xt7io

Música de: Guilherme Arantes 

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias e matam a sede da população
Águas que caem das pedras no véu das cascatas, ronco de trovão
E depois dormem tranquilas no leito dos lagos, no leito dos lagos

Água dos igarapés, onde Iara, a mãe d'água é misteriosa canção
Água que o sol evapora, pro céu vai embora, virar nuvem de algodão
Gotas de água da chuva, alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva, tão tristes, são lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão
E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias e matam a sede da população 
Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão
E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água

quarta-feira, 20 de março de 2013

O que me sustenta

Tire a religião de mim e eu continuarei. Tire Deus de mim e eu desabarei.
BeatrizNapoleão

terça-feira, 19 de março de 2013

Nada a dizer

Digo nada
Nada digo
Calada estou
Calada fico

Sorrio
Dou gargalhada
Mas continuo
Sem dizer nada

Olho de um lado
Olho do outro
Não vejo porque falar
Mesmo que pouco

Se alguém me confiou um segredo
Devo mantê-lo assim mesmo

Há histórias que são veladas
Pois permaneço de boca fechada
BeatrizNapoleão

segunda-feira, 18 de março de 2013

Sem Adeus

Se algum dia irás voltar
Não diga adeus
Pois um dia contigo vou estar

Se jamais voltarás
Não diga adeus
Pois esse adeus não irei suportar
BeatrizNapoleão

sábado, 16 de março de 2013

O Tempo

Não corra pela vida para fugir do tempo 
E sim, corra com o tempo curtindo a vida
O tempo é fatal,
Entretanto não lhe deseja o mal
Porém, com sua própria velocidade
Lhe atribuirá mais idade
Ele também lhe trará tristeza
Ou mesmo felicidade
Em outros momentos será só gentileza
Isso faz parte de sua arbitragem
Também de nada adianta ficar contida
 Visto que, essa é a lida do tempo até a sua partida

Não! Não fuja do tempo, pois inútil seria
Viva seu tempo em busca de paz e alegria
BeatrizNapoleão

sexta-feira, 1 de março de 2013

Biá


Biá
Belatriz,
Mesmo que seja por um triz,
As lágrimas da saudade não acalçarão nada daquilo que eu te fiz
Assim seguiremos
Vou contigo
Pode ser aqui ou acolá
Tente novamente me abraçar
Te amo
Beijos na Samantinha...
"Chico Pio"

Dormindo em Paz

                                                                                          Foto: Internet
Entre dormindo e acordada, lutando para me entregar ao sono,
escuto uma voz: - Que cor?
Outra responde: - Branco!
Abro os olhos e percebo que havia adormecido.
Então penso: "Branco é a cor da paz".
Fecho os olhos e durmo tranquilamente.
BeatrizNapoleão