terça-feira, 19 de março de 2013

Nada a dizer

Digo nada
Nada digo
Calada estou
Calada fico

Sorrio
Dou gargalhada
Mas continuo
Sem dizer nada

Olho de um lado
Olho do outro
Não vejo porque falar
Mesmo que pouco

Se alguém me confiou um segredo
Devo mantê-lo assim mesmo

Há histórias que são veladas
Pois permaneço de boca fechada
BeatrizNapoleão