sábado, 31 de julho de 2010

Os Dois Lados da Vida

Meu coração aperta.
Aperta, e eu choro.
Choro ao ver um mundo triste, onde as pessoas não sabem amar.
Matam em nome de Deus. Mentem e roubam para obter mais poder.
Fazem mal ao outro por simples prazer.
Pessoas sem sensibilidade, que têm mais do que precisam
E não fazem nada por quem nada tem.
Pessoas cheias de estrelismo, sem brilho nenhum.
Meu coração aperta.
Aperta, e eu quero morrer.
Não suporto viver num mundo como este.
Não vejo perspectiva de mudança.
Peço a Deus o dom para fazer algo contra tudo que é mau, e nada consigo fazer.
E aí! Meu coração aperta, aperta tanto que parece que vai sumir.           

Meu coração expande.
Sinto Deus em mim, e isso faz com que eu me sinta feliz.
Vejo um mundo solidário, onde as pessoas amam
E dão suas vidas por um mundo melhor.
Estão sempre procurando alternativas para preservar o planeta,
Melhorar a qualidade de vida dos excluídos ou de quem quer que seja.
Pessoas que brilham mais que qualquer estrela.
Meu coração expande.
Expande, e eu quero viver, viver e viver!
Amor, solidariedade, amizade, união,...
É maravilhoso viver num mundo como este.
E aí...
Meu coração expande.
Expande tanto, que parece que vai explodir.
Sinto mil palpitações, porém a leveza é tamanha que chego a flutuar.
Beatriz Napoleão (09/95)