sábado, 12 de fevereiro de 2011

Amor Insuficiente

Não, não é suficiente!
Beijá-lo, não é suficiente.
Abraçá-lo, não é suficiente.
Tê-lo por horas, em alguns dias, não é suficiente.
Tua inconstância me distancia do amor.
Assim, não posso amá-lo.
Não o amor suficiente para querer tê-lo.
Só o amor "temporal"; quente ou frio.
Quando quente, o quero comigo.
Quando frio, até pensar em ti, me desagrada.
Amá-lo?! Não consigo evitar.
Mas, também, não consigo evitar te repelir.
Isto depende de teus atos ou omissões.
Sabe! Não vale a pena nem explicar.
Porque, nada mais é suficiente.
Esta insuficiência me insatisfaz,
E esta insatisfação busca esquecê-lo.
Beatriz Napoleão (01/03/08)