sábado, 19 de novembro de 2011

Sem Preço

Posso até vender meu corpo,
Mas, minha alma não vendo.
      
Pensando bem...
Não posso vender meu corpo,
Pois ele está entrelaçado à minha alma.
Se me desfizer dele perco ela.
E sem o controle dela, a vida perde o sentido.
Beatriz Napoleão