domingo, 8 de janeiro de 2012

Sorriso, só sincero

Posso não querer sorrir por estar triste, com dor, raiva..., mas, se encontro alguém que julgo merecer um sorriso, peço emprestado às minhas lembranças para pelo menos esboçar entre os lábios um traço com uma leve curva - o que será sincero. Mas há quem não mereça nem uma linha fina esticada. E fingir é que eu não vou!
Beatriz Napoleão