quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Criança

Um ser encantador!
Atrai e enternece o coração
De quem sabe conquistá-la.
Chega ao mundo,
Dependente;
Frágil;
Inocente;
Carente de proteção.
Em poucos anos,
Mantem a pureza e aprende a malícia.
Alegre por natureza,
Adora brincar.
Tem uma sinceridade intrínseca.
Considera quem a respeita.
Carinhosa com quem a afaga.
Um presente para quem a curte.
Responsabilidade para quem a educa.
Preocupação para quem a ama.
Mas, amar é
Proteger, respeitar, dar carinho, curtir e educar.
Espelho de casa e do mundo.
Aprendiz hoje,
Adulta amanhã.
Eterna criança!
Beatriz Napoleão